6 brasileiros que podem conquistar medalha nas Olimpíadas

6 brasileiros que podem conquistar medalha nas Olimpíadas


O Brasil leva uma equipe forte e diversificada para as Olimpíadas de Paris 2024 O Brasil leva uma equipe forte e diversificada para as Olimpíadas de Paris 2024 Imagem: lazyllama | Shutterstock

Com as Olimpíadas de Paris 2024 se aproximando, o Brasil está prestes a apresentar suas grandes promessas de ouro. Nesse cenário, os atletas brasileiros estão prontos para garantir um desempenho memorável e conquistar o coração de inúmeros torcedores. Entre os muitos que representarão o país, alguns se destacam como fortes candidatos a subir ao pódio.

Isso porque eles têm demonstrado uma incrível capacidade de se destacar nos esportes, graças à dedicação, ao talento e ao apoio que recebem. Certamente, Paris 2024 será um palco no qual esses talentos poderão brilhar intensamente, enchendo o Brasil de orgulho e emoção. A seguir, conheça as trajetórias destes atletas e entenda o que os torna tão especiais e promissores para as Olimpíadas!

1. Rebeca Andrade – ginástica artística

Rebeca Andrade tem trabalhado para impressionar nas provas de ginástica artística nas Olimpíadas de 2024 Imagem: Salty View | Shutterstock

Rebeca Andrade é uma das maiores esperanças do Brasil para Paris 2024. Nascida em Guarulhos, São Paulo, começou na ginástica artística aos quatro anos. Sua mãe, Rosa, a matriculou em uma academia local, em que seu talento natural chamou rapidamente a atenção dos treinadores. Em 2012, aos 13 anos, ela era vista como uma promessa do esporte, vencendo diversas competições nacionais.

Medalhista de ouro no salto e prata no individual geral em Tóquio 2020, Rebeca continua a brilhar nas competições internacionais. Seu desempenho no Campeonato Mundial de 2023, em que conquistou o ouro no individual geral, reforçou sua posição como uma das principais ginastas do mundo. A atleta tem trabalhado para aperfeiçoar suas rotinas e aumentar a dificuldade de seus exercícios, buscando sempre a perfeição em cada movimento.

A ginasta combina técnica apurada com uma presença de palco inigualável, o que a torna uma adversária forte. Entre seus movimentos mais impressionantes, está o “Cheng” no salto, uma das rotinas mais difíceis e que ela executa com precisão. Rebeca também é conhecida por sua força mental, demonstrada ao superar diversas lesões graves durante sua carreira, incluindo cirurgias no joelho que poderiam ter encerrado sua trajetória.

2. Mayra Aguiar – judô

Mayra Aguiar tem história no judô internacional e nacional, e espera completar sua coleção de medalhas com uma de ouro em Paris 2024 Imagem: Salty View | Shutterstock

Mayra Aguiar é uma veterana do judô brasileiro, com um histórico impressionante de conquistas. Nascida em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, começou a praticar o esporte aos seis anos, influenciada por sua família. Rapidamente se destacou, conquistando medalhas em campeonatos nacionais e internacionais. Não à toa, é bicampeã mundial (2014 e 2017) e possui duas medalhas olímpicas de bronze (Londres 2012 e Rio 2016). 

Em Tóquio 2020, ela adicionou mais um bronze ao seu currículo, tornando-se uma das judocas mais premiadas do Brasil. Mayra também é conhecida por sua técnica impecável no golpe de “harai-goshi” e por sua força física. Em Paris 2024, ela busca completar sua coleção com uma medalha de ouro. Sua experiência, aliada a uma preparação intensa e focada, a coloca como uma das favoritas na categoria meio-pesado.

3. Gabriel Medina – surfe

Gabriel Medina é um dos maiores nomes do surfe nas Olimpíadas de Paris 2024 Imagem: LouisLotterPhotography | Shutterstock

Gabriel Medina, duas vezes campeão mundial de surfe, é um dos maiores nomes do esporte e uma forte esperança de medalha para o Brasil em Paris 2024. Nascido em São Sebastião, São Paulo, ele começou a surfar ainda criança, incentivado pela família que sempre esteve envolvida com o mar. Seu padrasto e treinador, Charles Saldanha, foi uma figura fundamental em sua carreira, moldando seu talento e transformando-o em um competidor de elite.

Medina conquistou seu primeiro título mundial em 2014 e repetiu o feito em 2018, sendo o primeiro brasileiro a alcançar tal proeza. Em Tóquio 2020, ficou muito próximo de conquistar uma medalha, terminando em quarto lugar. Todavia, suas performances continuam a impressionar pela consistência e inovação no esporte. Ele é conhecido pelo domínio das ondas aéreas e pela capacidade de executar manobras complexas com precisão e estilo, além de uma estratégia aguçada e um físico preparado para enfrentar as condições mais adversas.

Medina não é uma promessa para Paris 2024 somente pelo talento e habilidades técnicas, mas também por sua determinação e mentalidade vencedora. Ele frequentemente treina em diferentes tipos de ondas ao redor do mundo, incluindo lugares icônicos como Pipeline, no Havaí, e Teahupo’o, no Taiti, para se preparar para qualquer desafio que possa enfrentar.

Além disso, ele é famoso por sua habilidade de leitura das ondas e pela execução de aéreos altos e complexos, como o “Backflip” e o “Alley-Oop”. Também é conhecido por sua capacidade de manter a calma sob pressão, frequentemente virando competições nos últimos minutos com manobras decisivas.

4. Alison dos Santos – atletismo (400 m com barreiras)

Alison dos Santos tem grandes chances de sair com o ouro no salto com barreiras Imagem: A.RICARDO | Shutterstock

Alison dos Santos, conhecido como “Piu”, tem se destacado nos 400 metros com barreiras, sendo um dos principais nomes da modalidade. Nascido em São Joaquim da Barra, São Paulo, ele começou no atletismo em um projeto social na sua cidade natal. Inicialmente, praticava várias modalidades até encontrar sua verdadeira paixão.

Em Tóquio 2020, ele conquistou o bronze. Com uma trajetória ascendente e melhorias contínuas em sua técnica e velocidade, Alison é um forte candidato ao ouro em Paris 2024. Sua consistência nas competições internacionais o coloca como um dos favoritos. Inclusive, ele é reconhecido pela capacidade de manter a velocidade até o final da prova, fator decisivo em uma corrida de barreiras.

Em 2022, se tornou o campeão mundial dos 400 m com barreiras, registrando o terceiro melhor tempo da história da prova com 46.29 segundos. Sua técnica impecável na transposição das barreiras, combinada com uma preparação física rigorosa, o torna um dos competidores mais temidos da modalidade. Alison também é conhecido por sua mentalidade positiva e capacidade de superação, tendo sofrido queimaduras severas quando criança, o que não o impediu de seguir seus sonhos no atletismo.

5. Martine Grael e Kahena Kunze – vela (49er FX)

Com preparação intensa, Martine e Kahena buscam o terceiro ouro consecutivo Imagem: Salty View | Shutterstock

A dupla Martine Grael e Kahena Kunze possui um histórico impressionante nas Olimpíadas, com ouro em 2016, no Rio, e em 2020, em Tóquio. Martine, filha do lendário velejador Torben Grael, nasceu no Rio de Janeiro e cresceu envolta no mundo da vela. Kahena, por sua vez, também carioca, foi incentivada por sua família a seguir carreira no esporte. Elas se conheceram ainda jovens e começaram a competir juntas, desenvolvendo uma parceria imbatível. São favoritas para manter a hegemonia na classe 49er FX.

Com preparação intensa e foco na manutenção da forma física e técnica, em Paris 2024, Martine e Kahena buscam o terceiro ouro consecutivo. A sincronia e a habilidade em condições variadas de vento as tornam adversárias difíceis de superar. A estratégia e a comunicação entre elas, por sua vez, permitem que tomem decisões rápidas e eficazes durante as regatas.

Em 2021, elas conquistaram o Campeonato Mundial da classe 49er FX. Martine e Kahena são conhecidas por sua incrível habilidade de leitura do vento e das correntes, além de uma preparação física que as permite enfrentar condições extremas de competição.

6. Rayssa Leal – skate

A jovem skatista Rayssa Leal é conhecida por sua técnica impecável e estilo único em manobras complexas Imagem: Celso Pupo | Shutterstock

Rayssa Leal, a “Fadinha do Skate”, é uma jovem prodígio que já conquistou o mundo do esporte. Nascida em Imperatriz, Maranhão, ela começou a andar de skate aos sete anos. Seu talento precoce foi descoberto quando um vídeo dela realizando manobras vestida de fada se tornou viral.

Medalhista de prata em Tóquio 2020, Rayssa continua a impressionar com seu talento e carisma. Inclusive, tem continuado a aprimorar suas habilidades, competindo e vencendo campeonatos internacionais. Sua evolução constante e a popularidade crescente do skate tornam-na uma forte candidata ao ouro em Paris 2024.

A jovem skatista é conhecida por sua técnica impecável e estilo único em manobras complexas, elementos que a destacam entre suas concorrentes. Forte competidora, Rayssa tem uma resiliência impressionante para sua idade, fator que aumenta suas chances de sucesso nos Jogos Olímpicos.

Em 2022, ela venceu o Campeonato Mundial de Skate Street, solidificando sua posição como uma das melhores do mundo. Rayssa também é admirada por sua atitude positiva e humildade, frequentemente creditando sua família e comunidade por seu sucesso.





Fonte: Jovem Pan

Cultura e Lazer